Páginas

quarta-feira, 17 de julho de 2013

CD "Outras Mulheres" - Carol Andrade.

Hoje, eu e a Morgana, minha mulher, escutamos na íntegra o excelente "Outras Mulheres", CD da cantora Carol Andrade. A Carol é o tipo de cantora que eu gostaria de ouvir mais nos meios artísticos, pois ela canta livre dos maneirismos e escândalos comercialmente aceitos. Sua voz é simplesmente linda, o que ajuda muito, mas seu cantar é fruto de um trabalho musical e técnico tão intenso quanto extenso, o que garante suas interpretações honestas e certeiras. Durante a escuta das 13 canções do CD  ouvimos uma cantora afinadíssima, detentora de um timbre de voz privilegiado, muito bem preparada para realizar as gravações e que claramente se ocupa com o mais importante: fazer música.

Merece destaque também a direção musical e produção do Alex Maia. Seus sofisticados arranjos para um pequeno grupo musical - violão, contrabaixo acústico e percussão - servem a cada uma das canções o clima e ambientes ideais. Igualmente ao cantar da Carol, os arranjos são criativos e autênticos, portanto, desprovidos de obrigações corporativas e imbuídos de responsabilidades artísticas e musicais.

O repertório escolhido para compor o albúm também é de bom gosto. Há canções da Própria Carol e do Alex, Tom Jobim, Chiquinha Gonzaga, Dolores Duran, Fátima Guedes, Joyce e Paulo Cesar Pinheiro, Adriana Calcanhoto, Isolda, Dona Ivonne Lara, Dominguinhos e outros.

Os músicos que tocam no CD são de alto nível: O próprio Alex Maia no violão, Johnny Frateschi no contrabaixo acústico e Ricardo Valverde no Vibrafone e outras percussões.

Em um mundo ideal, este trabalho teria aceitação e espaço automáticamente nos meios de comunicação. Como as coisas não são bem assim, fica aqui minha pequena contribuição na divulgação deste albúm. Recomendo a aquisição e escuta atenciosa desse CD, vale cada minuto investido. Quem puder, por favor, compartilhe.

Abraços!




Nenhum comentário:

Postar um comentário