Páginas

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Apenas uma breve reflexão:

Verdade, não ganhei muito dinheiro com música (ainda). Me orgulho de dizer que sempre ganhei o suficiente, as vezes um pouco mais, outras um pouco menos.

No entanto, a música me deu uma infinidade de outras coisas que o dinheiro nunca vai comprar! Música não sofre de ingratidão: Enquanto dedicamos sinceramente infindáveis horas na lapidação de nossa expressão musical, ela, sem alardear, vai nos
retribuindo, moldando e refinando nosso ser, tornando nossa imperfeição menos insuportável.

Vale a pena doar-se a um ofício simplesmente por acreditar nele. O dinheiro vem das escolhas que fazemos no âmbito daquilo que acreditamos, não da deturpação da essência de nossa arte.

Me interesso por música criativa e sincera: música constrói. Dinheiro, quando objetivo uno e final, corrompe.

Marcio Guedes

Nenhum comentário:

Postar um comentário