Páginas

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

E por falar em boa música...

Assisti hoje ao ótimo recital realizado pelo violonista Gilson Antunes, no XX seminário de violão Henrique Pinto que acontece no Souza Lima com direção de Sidney Molina.
De modo bastante carismático, Gilson Antunes fez uma apresentação mais que artística e brindou o público com valiosas informações didáticas a respeito das peças executadas, de suas concepções artísticas e dos rumos da produção violonística atual. O concerto - que diga-se de passagem foi realizado com exuberância musical e técnica - percorreu três vertentes descritas pelo próprio músico: Antunes procura executar obras de jovens compositores que escrevem bem para o violão, obras de compositores importantes mas ainda pouco tocados e obras de compositores brasileiros do início do século XX que "levantaram a bandeira do violão quando isso era ainda mais difícil".  Sobre obras novas, Antunes tocou a bela "Et si le temps passe" de Elodi Bouny, peça que a compositora compôs especialmente para ele. A obra de Bouny exige técnica e sonoridades especiais do violonista e o concertista percorreu caminhos iluminados na sua execução. Também dedicada a ele a dificílima "Ankh" de Roberto Vitório encontrou em Antunes um interprete competente. Sobre os compositores importantes mas pouco tocados, ouvimos a Sonata nº1 de Almeida Prado, excelente peça em quatro movimentos que explora de modo engenhoso as possibilidades do instrumento e exige grande habilidade do instrumentista. Sobre os compositores do início do século XX, Antunes apresentou Marcha Triunfal e Abismo de Rosas de Américo Jacomino, Gotas de Lágrimas de Mozart Bicalho, Pertinho de meu bem de Glauco Vianna e Festa na Fazenda de Antonio Giacomino. Também fizeram parte do repertório obras de Ponce e Barrios. Gilson Antunes é um dos grandes violonistas da atualidade, com atuação de muito destaque no Brasil e exterior e em seu recital de hoje demonstrou performance arrojada e musicalidade sofisticada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário