Páginas

domingo, 9 de dezembro de 2012

Mobile Game com Renato Guedes e Grupo Les Folies

Mobile Game: Crazy Medieval Times"

Caros amigos:
Há algum tempo, venho trabalhando com o Grupo Les Folies em um projeto de um Mobile Game (Para Apple e Android) que vai unir jogo, música medieval e quadrinhos.
Ao lado do nosso Manager e diretor geral desse projeto, Rafael Roldan e em parceria com o renomado desenhista Renato Guedes, apresentamos nossa campanha de capitalização do projeto no modelo crowdfunding.
Como funciona? Os interessados em participar do projeto compram
cotas a partir de US$5,00 e em qualquer valor escolhido pelo participante estão previstos prêmios especiais, itens mesmo de colecionador. A compra das cotas pode ser feita por paypall ou cartão de crédito internacional. Para quem não conhece esse sistema de crowdfunding, a campanha acontece dentro de um período previamente estipulado e muito claro aos participantes. Caso a campanha não alcance seu objetivo ao final do período, os participantes não precisam se preocupar com o valor investido, pois o mesmo, automaticamente não é lançado na fatura do cartão. Muitos projetos (filmes, CDs, DVDs) vem sendo capitalizados dessa maneira nos Estados Unidos e Europa. Aqui no Brasil ainda é novidade.
Falando um pouco sobre o Game, nosso manager Rafael Roldan é o idealizador e roteirista do projeto. Será uma espécie de Guitar Hero medieval, onde os personagens dominam seus inimigos através dos sons encantadores de seus instrumentos musicais mágicos. Os desenhos e direção artística ficam a cargo do Renato Guedes, renomado desenhista que trabalha para a Marvel e DC Comics, além de sua promissora carreira de pintor. A música do game será inteiramente dirigida e gravada pelo Grupo Les Folies, formado por mim (Marcio Guedes), Marco Crepaldi, Maurílio Silva e Raul Brabo que, com nomes fictícios, serão personagens do game. Aliás, dependendo da sua cota de participação do projeto, você também poderá ser um personagem dessa aventura medieval!
Peço então, para aqueles que gostaram do projeto e queiram apoiá-lo, que por favor nos ajudem a divulgá-lo. Fico muito agradecido. Aos que querem participar do projeto, fico igualmente agradecido!

O link para participar é:
http://www.indiegogo.com/lesfolies

Muito obrigado pela atenção de todos!
Abraços!
Marcio Guedes
 
 

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Mobile Game "Crazy Medieval Times"

Mobile game "Crazy Medieval Times".
Música medieval, educação e cultura em um único game!
Participe deste projeto:
http://www.indiegogo.com/lesfolies


Mobile Game "Crazy Medieval Times"


Queridos amigos y amigas:

Hace algún tiempo, he estado trabajando con el grupo Les Folies en un proyecto de un juego para móvil (para Apple y Android) que unirá juego, la música medieval y el cómic.

Al lado de nuestro Gerente y CEO de este proyecto, Rafael Roldán y en colaboración con el renombrado artista Renato Guedes, presentamos nuestra campaña proyecto financiado por crowdfunding modelo.

¿Cómo funciona? Los interesados en participar
en las acciones del proyecto COMPRAR CON EE.UU. $ 5,00 para cualquier valor elegido por el participante se ofrecen premios especiales, incluso artículos de coleccionista. La compra de acciones se pueden realizar con tarjeta de crédito o internacional paypall. Para aquellos no familiarizados con este sistema de crowdfunding, la campaña se lleva a cabo dentro de una previamente establecida y muy claro para los participantes. Si la campaña no alcanza su meta para el final del período, los participantes no tienen que preocuparse acerca de la cantidad invertida, ya que el mismo no se ejecuta automáticamente en la factura de la tarjeta. Muchos proyectos (películas, CDs, DVDs) ha sido capitalizado de esta manera en los Estados Unidos y Europa. Aquí en Brasil es todavía una novedad.

Hablando un poco sobre el juego, nuestro director Rafael Roldán es el creador y guionista del proyecto. Será una especie de "Guitar Hero" medieval, donde los personajes dominar a sus enemigos a través de sus encantadores sonidos mágicos de instrumentos musicales. Los diseños y la dirección artística correrá a cargo de Renato Guedes, reconocido diseñador que trabaja para Marvel y DC Comics, así como su prometedora carrera como pintor. La música del juego será totalmente dirigido y escrito por Les Folies Group, formado por mí (Marcio Guedes), Crepaldi Marco, Maurilio Silva y Raúl Brabo que con nombres ficticios serán personajes del juego. De hecho, en función de su cuota de participación en el proyecto, también puede ser un personaje de esta aventura medieval!

Me pregunto entonces, para los que le gusta el proyecto y quieres apoyar, por favor ayúdenos a promoverlo. Estoy muy agradecido. Aquellos que quieran participar en el proyecto, también estoy agradecido!

El enlace para entrar es:

http://www.indiegogo.com/lesfolies

Gracias por la atención de todos y perdón por el mal escritos españoles.

Abrazos!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Mobile Game "Crazy Medieval Times"

Palavras do nosso manager Rafael Roldan:

"Quem ainda não conheceu ou aderiu, vale a pena conferir a campanha de micropatrocínio comunitário que estou tocando com o Grupo Les Folies de Música Popular Medieval para fazermos um mobile game, algo como um Guitar Hero da Idade Média":

indiegogo.com/lesfolies


Abraços!

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Em busca de novas mídias para a música: Mobile Game “Crazy Medieval Times”

Caros amigos:

Durante toda a minha carreira musical, nunca acreditei muito em ideias de se “criar platéias” ou “educar público”. Música não precisa disso, ela foi feita pra todos e mobiliza àqueles que estão abertos e dispostas a ouvi-la. Abertos e dispostos, não necessariamente educados pra isso. Confesso que me parece até um pouco pedante essa história de preparar o ouvinte para compreender sua música.

Portanto, o projeto do mobile game no qual o Grupo Les Folies está envolvido busca em primeiro lugar levar nossa música para todos, nesta caso, música medieval e renascentista. Não se trata de usar a música como pano de fundo para uma aventura em forma de game. Nossos personagens usam sons e música para combater os males em vez de armas e força bruta. Os jogadores terão contato direto com música numa espécie de Guitar Hero medieval. Acreditamos que essa seja uma mídia musical moderna, que se somará aos Cds e DVDs.

Peço então, mais uma vez, para quem se interessar pelo projeto que nos ajude a divulga-lo ou que se torne um dos colaboradores:


Abraços e muito obrigado!

Marcio Guedes.


terça-feira, 27 de novembro de 2012

Uma breve reflexão sobre interpretação musical

Certa vez, assistindo à uma entrevista do Egberto Gismonti na TV, escutei dele a seguinte afirmação:
"Toco as músicas do Villa-Lobos como se minhas fossem." Eis as palavras do compositor orientando o intérprete. Não é necessário mudar uma única nota no plano do compositor para que o intérprete se sinta parte da obra. Basta tocar como se a música lhe pertencesse e sua personalidade e criatividade transparecerão. Não há prática musical sem criatividade. Dizer que há práticas musicais criativas é um pleonasmo.

domingo, 25 de novembro de 2012

Uma reflexão sobre o fazer artístico.

Crianças quando balbuciam não estão apenas falando, mas muitas vezes entoam canções, bem antes de saber o que vem a ser isso. Tamborilam e enxergam nos instrumentos musicais irresistíveis brinquedos de modelar sons. Quando ouvem uma música, reagem e dançam. Quando de fronte a papel, lápis e tintas, confeccionam suas primeiras telas (as vezes fazem isso nas paredes e cortinas mesmo). Massas de modelar materializam inúmeras imagens internas em forma de escultura, e brinquedos as fazem imaginar suas primeiras tramas e encenações. Quando gostam de um desenho animado assistem centenas de vezes, quando temem um personagem ou se desapontam com o destino daquele que gostam, choram. Quando dominam palavras, animam seus bonecos e bonecas e fazem poesias pra mãe e pai.

Felizmente, muitos mantém sua relação com o abstrato de alguma maneira pro resto de suas vidas. O fazer artístico  é o que nos mantém conectados com nossa essência, nosso mundo, nosso universo. É a cura para a indiferença e o conformismo.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Criativo Editora e Grupo Les Folies!

A Criativo Editora vem dando uma força ao Grupo Les Folies (Eu, Rafael Roldan Marco Donizete Crepaldi Crepaldi Maurilio Silva e Raul Brabo). Muito obrigado aos caros amigos Carlos, Ze Luiz e Anderson Alves pela grande ajuda!!!

Segue o link da promoção:

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=414331885301785&set=a.200805899987719.49364.199070226827953&type=1&theater 

Abraços!

Concurso do Grupo Les Folies no Facebook!

Por favor, CLIQUE EM VOTE para ajudar o Les Folies a ganhar este concurso!
https://apps.facebook.com/offerpop/Contest.psp?c=246263&u=251753&a=254553244581393&p=7312612866&v=Entry&id=777871&rest=1




Vestibular para o curso de Bacharelado em Musicoterapia da FMU.

Aberto o vestibular para o curso de bacharelado em musicoterapia na FMU. Segue vídeo institucional, com a professora Maristela Smith que hoje coordena a pós graduação em Musicoterapia. Atualmente a graduação é coordenada pelo professor Raul Brabo. Caros atuais e ex alunos, ajudem a divulgar compartilhando! Abraços!

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Mobile Game "Crazy Medieval Times"

Caros amigos:

Há algum tempo, venho trabalhando com o Grupo Les Folies em um projeto de um Mobile Game (Para Apple e Android) que vai unir jogo, música medieval e quadrinhos.

Ao lado do nosso Manager e diretor geral desse projeto, Rafael Roldan e em parceria com o renomado desenhista Renato Guedes, apresentamos nossa campanha de capitalização do projeto no modelo crowdfunding.

Como funciona? Os interessados em participar do projeto compram cotas a partir de US$5,00  e em qualquer valor escolhido pelo participante estão previstos prêmios especiais, itens mesmo de colecionador. A compra das cotas pode ser feita por paypall ou cartão de crédito internacional. Para quem não conhece esse sistema de crowdfunding, a campanha acontece dentro de um período previamente estipulado e muito claro aos participantes. Caso a campanha não alcance seu objetivo ao final do período, os participantes não precisam se preocupar com o valor investido, pois o mesmo, automaticamente não é lançado na fatura do cartão. Muitos projetos (filmes, CDs, DVDs) vem sendo capitalizados dessa maneira nos Estados Unidos e Europa. Aqui no Brasil ainda é novidade.

Falando um pouco sobre o Game, nosso manager Rafael Roldan é o idealizador e roteirista do projeto. Será uma espécie de Guitar Hero medieval, onde os personagens dominam seus inimigos através dos sons encantadores de seus instrumentos musicais mágicos. Os desenhos e direção artística ficam a cargo do Renato Guedes, renomado desenhista que trabalha para a Marvel e DC Comics, além de sua promissora carreira de pintor. A música do game será inteiramente dirigida e gravada pelo Grupo Les Folies, formado por mim (Marcio Guedes), Marco Crepaldi, Maurílio Silva e Raul Brabo que, com nomes fictícios, serão personagens do game. Aliás, dependendo da sua cota de participação do projeto, você também poderá ser um personagem dessa aventura medieval!

Peço então, para aqueles que gostaram do projeto e queiram apoiá-lo, que por favor  nos ajudem a divulgá-lo. Fico muito agradecido. Aos que querem participar do projeto, fico igualmente agradecido!

O link para participar é:

http://www.indiegogo.com/lesfolies

Muito obrigado pela atenção de todos!

Abraços!

"Alcançamos tudo aquilo que é nosso por direito divino".

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Aberto vestibular para o curso de Bacharelado em Musicoterapia na FMU - São Paulo - SP


O vestibular para o curso de bacharelado em Musicoterapia está aberto na FMU, agora com coordenção do musicoterapeuta Raul Brabo.

Segue o link:


http://seletivo2013.com.br/FMU/ler.asp?ic=25&gclid=CPqkk-mc1LMCFQSqnQodJEkAXQ 

Abraços!

Prelúdio nº3 Heitor Villa-Lobos


Concuros de fotos do Les Folies

CONCURSO DE FOTOS DO GRUPO LES FOLIES ! ! ! !

Mostre ao mundo teu lado mais medieval e concorra a prêmios incríveis!!!

Eis uma forma de se tornar personagem do Mobile Game "Crazy Medieval Times" e ganhar prêmios! A outra forma é participando do nosso projeto através do crowdfounding:
http://www.indiegogo.com/lesfolies

O Mobile Game tem idealização e direção geral de Rafael Roldan, música do Grupo Les Folies (eu, Marco Donizete Crepaldi Crepaldi Raul Brabo e Maurilio Silva

) e desenhos e direção artística de Renato Guedes.

http://lesfoliesgroup.wordpress.com/concurso-fotos/

NEW PHOTO CONTEST ! ! ! !
Enter now to have the chance to become a special character in our mobile game yet to be launched! This and more prizes wait you the other side of the bridge! Ah, help to spread the word to, ye fellas!!! Thanks a lot!!
 
 

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Teaser do Mobile Game "Crazy Medieval Times", do Grupo Les Folies.

Caros amigos, eis o teaser do MOBILE GAME que o Grupo Les Folies (Eu, Raul Brabo Maurilio Silva Marco Donizete Crepaldi Crepaldi) pretende realizar. Trata-se de uma aventura medieval em que inimigos são controlados pelos sons dos instrumentos musicais... uma espécie de Guitar Hero que envolve viagem no tempo, localidades especiais e claro, muita música! A idealização desse projeto é do nosso manager Rafael Roldan e os desenhos e direção artística do Renato Guedes, pessoas às
quais somos muito gratos. A música do Mobile Game será inteiramente produzida, tocada e gravada por nós do Grupo Les Folies.
Temos pouco mais de 40 dias pela frente na nossa campanha de crowdfunding. Fico muito grato se puderem compartilhar. Agradeço muito também aqueles que, gostando do projeto, possam participar dessa realização. Aos participantes estão previstos diversos prêmios, como se tornar personagem do Game, receber versões exclusivas, CD e encarte com trilha do Game, desenhos digitalizados e originais. E ao participante de cota mais alta, um instrumento musical real, desenhado por nós, construído por luthier especializado e autografado pelo grupo e pelo Renato Guedes.
Muito obrigado!
Abraços!
Link da Campanha de crowdfunding: http://www.indiegogo.com/lesfolies

Um posicionamento pessoal! Vídeo do instituto Nina Rosa: A engrenagem.

Caros leitores;

Quando fundei esse blog, foi sem dúvida para falarmos sobre música e artes. Mas nós artistas não estamos dissociados do mundo em que vivemos. É comum artistas compartilharem suas ideias sobre a vida em seus textos, discursos e às vezes até em sua própria arte. Vide o exemplo de J. S. Bach que durante grande parte de sua vida escreveu música para a igreja na qual acreditava ou de Murray Chafer, um ativo ecologista.

Sendo assim, e sem nenhuma pretensão de me comparar com os dois compositores que citei, gostaria de divulgar este excelente vídeo do Instituto Nina Rosa. Sou vegetariano desde 2005, mas não defendo que todos tem que ser. Defendo que existe uma indústria extremamentte gananciosa e anti ética por trás do consumo exagerado de carne que nos é imposto. Na minha opinião, ninguém precisa comer carne todo dia. Carne processada (embutidos) já se sabe há anos que não traz benefício algum ao ser humano e seu consumo, mesmo em pequenas quantidades, é extremamente perigoso à saúde.

Espero que gostem do vídeo. Ele trata de amor, compaixão e vida. Se esses assuntos não interessam à música, então é melhor entregá-la de vez ao "pancadão".

Abraços.

http://www.youtube.com/watch?v=KmIprNpcd94&feature=plcp


Mobile Game "Crazy medieval Times"!

Desenhei um instrumento musical, um dos possíveis instrumentos que será construído para um imperador ou imperatriz do nosso projeto:
http://www.indiegogo.com/lesfolies

Peço aos amigos leitores que divulguem e se puderem, participem!
Abraços!

 

domingo, 11 de novembro de 2012

Mobile Game "Crazy Medieval Times"

Caros amigos:

Depois de algum tempo trabalhando muito sobre esse projeto, finalmente estamos começando nossa campanha de crowdfunding!

O Grupo Les Folies, formado por mim, nosso manager Rafael Roldan, Maurilio Silva, Raul Brabo e Marco Donizete Crepaldi Crepaldi em parceria com o destacado desenhista Renato Guedes estamos desenvolvendo um projeto de um videogame de música medieval com quadrinhos, para android e apple.

Gostaria que vocês visitassem o site da nossa campanha e nos dessem um retorno do que acham desse projeto!

Abraços!

http://www.indiegogo.com/lesfolies

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Tradução de livro

Caros leitores:

Este é o livro de acordes do inglês Julian Hayman que traduzi para o português a pedido da editora Criativo. Ele já está disponível em livrarias.

Abraços!


sábado, 20 de outubro de 2012

Comemorando!

Nesse ano completei 38 anos de idade e 20 anos de docência em música, sendo que 10 deles em faculdade. Agradeço a todos os que confiaram em mim como professor de instrumento, graduação ou pós-graduação. Sinto-me honrado por, de alguma maneira, ter contribuído com a formação de vocês. Fico muito agradecido por terem me ensinado tanto.

Aproveito para agradecer também a todos os grandes mestres que fizeram parte da minha formação, seja na música ou em outras áreas de conhecimento. 

Abraços a todos!

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Guitarra M. Zaganin a venda!

Caros leitores;

Vou vender minha guitarra M. Zaganin (http://www.nzaganin.com.br/). Sim, na época em que o Marcio Zaganin construiu ela pra mim a marca ainda levava a letra "M" e não "N" como é atualmente. A guitarra foi construída em 1996, inteiriça, é a número seis (6) da sua série e está em perfeito estado.

Motivo da venda: Não estou mais usando essa guitarra e o instrumento é bom demais pra ficar parado.

Seguem as especificações e fotos:

Vendo Guitarra M. Zaganin (http://www.nzaganin.com.br/) modelo "Serj" construída em 1996.

  • Corpo e braço inteiriços de mogno.
  • Tampo de maple.
  • Escala de ébano, escalopada a partir do 12º traste.
  • Ponte Schaller (alemã) do tipo Floyd Rose em perfeito estado (raridade).
  • Tarrachas Gotoh (japonesas).
  • Travas Schaller (alemã).
  • Captadores Seymour Duncan (USA) do tipo humbucker, sendo JB na ponte, Little JB no meio e 59 no braço.
  • Chave seletora e potenciomêtros da Fender (USA).
  • Micro chave seletora para alterar as escolhas convencionais de captadores.
  • Potenciômetros de Volume e Grave/agudo. O potenciometro de volume é do tipo Push/pull e quando acionado transforma todos os captadores humbucker em singles.
  • Correia com trava da Di Marzio (USA).
  • Jack de entrada Fender (USA).


Preço: R$ 4.800,00








terça-feira, 9 de outubro de 2012

Segundo livro + Brinde

Caros leitores:

Este é meu segundo livro pela editora Criativo.
Os assuntos abordados são um pouco mais avançados. Nele trato de leitura musical no violão, acordes, escalas, exercícios técnicos e no final, escrevi alguns arranjos simples para violão solo.
Interessados, é só escrever para marcioguedesc@gmail.com.
O valor do livro é R$ 25,00 incluindo postagem.
Abaixo, um brinde, uma das folhas de escala que compõem o livro.

Abraços!



Meu segundo Livro.


Caros amigos:
Este é meu segundo livro pela editora Criativo.
Os assuntos abordados são um pouco mais avançados. Nele trato de leitura musical no violão, acordes, escalas, exercícios técnicos e no final, escrevi alguns arranjos simples para violão solo.
Interessados, é só escrever para marcioguedesc@gmail.com
Abraços!



terça-feira, 2 de outubro de 2012

Aulas de violão clássico e popular, aulas de teoria musical, aulas de harmonia.

Caros leitores, estou com horários disponíveis para dar aulas de violão clássico, violão popular, teoria musical e harmonia. Também preparo alunos para vestibulares de música.

Recebo meus alunos na Equilibrium Escola de Música:
http://www.equilibriumescolademusica.com.br/

Abraços.

sábado, 15 de setembro de 2012

E mais acordes...

Caros leitores;

Segue agora um estudo um pouco mais avançado de acordes. São vários tipos de acorde com sétima, com fundamentais na 6ª, 5ª e 4ª cordas. Todos os exemplos estão em Sol, mas eles podem ser tranportados para qualquer tom.

Segue a parte 4 de 4: 



quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Mais acordes!

Caros leitores;

Segue agora um estudo um pouco mais avançado de acordes. São vários tipos de acorde com sétima, com fundamentais na 6ª, 5ª e 4ª cordas. Todos os exemplos estão em Sol, mas eles podem ser tranportados para qualquer tom.

Segue a parte 3 de 4: 




quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Mais acordes...

Caros leitores;

Segue agora um estudo um pouco mais avançado de acordes. São vários tipos de acorde com sétima, com fundamentais na 6ª, 5ª e 4ª cordas. Todos os exemplos estão em Sol, mas eles podem ser tranportados para qualquer tom.

Segue a parte 2 de 4:


terça-feira, 11 de setembro de 2012

Acordes com fundamental na 6ª, 5ª e 4ª cordas.

Caros leitores;

Segue agora um estudo um pouco mais avançado de acordes. São vários tipos de acorde com sétima, com fundamentais na 6ª, 5ª e 4ª cordas. Todos os exemplos estão em Sol, mas eles podem ser tranportados para qualquer tom.

Segue a parte 1 de 4:




Acordes básicos...

Pra quem quiser estudar um pouco.
Abraços!


domingo, 9 de setembro de 2012

Boa música e educação: Boas notícias, Marcus Toscano consegue financiamento para ir à Royal.

O excelente violonista Marcus toscano consegue financiar seus estudos na Royal Academy of Music (Londres) através do benfeitoria.com (crowdfunding). Sua campanha ainda continua para buscar recursos para seu segundo ano de permanência na Inglaterra.

Pra quem tiver interesse de participar dessa grande realização, segue o link da campanha:

http://www.benfeitoria.com/marcustoscano

Abraços!

sábado, 8 de setembro de 2012

Boa música e educação: Campanha do músico Diogo Rodrigues.

O músico Diogo Rodrigues, formado em composição e regência pelo instituto de artes da Unesp lança sua campanha de crowdfunding para financiar seus estudos na Suíça. Artista de alto nível, se dedica à musica antiga e é especialista em instrumentos de cordas dedilhadas (alaúde e guitarra barroca), por isso pretende fazer seus estudos de mestrado performático na Schola Cantorum Basilienses (Basel, Suíça), onde já foi aprovado e aceito como aluno, mas necessita de financiamento para sua estada naquele país. Quando voltar realizará 24 recitais oficina em escolas públicas, dividindo seu conhecimento com o público brasileiro.

Para quem tiver interesse em participar desta nobre campanha, seguem links com vídeo e informações. Abraços!

http://www.youtube.com/watch?v=oMPkuqgWcSY

http://www.benfeitoria.com/correntecultural

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Sobre educação...

Segundo o Jornal da Tv Cultura, há um milhão de professores formados fora da sala de aula! Por quê? Salário! Um professor de ensino fundamental e médio, na escola pública, ganha em média 60% a menos do que profissionais de outras carreiras.

Além disso, vejo a questão do respeito ao professor... há anos tal carreira não orgulha mais os que nela estão e não seduz mais os jovens em busca de profissão. Nossos governos sempre investiram na ignorância e causaram o sucateamento da educação, visível não só no setor público como também no privado, salvo raras exceções que se tornam modelos, quando deviam ser apenas a regra.

Algumas atitudes merecem ser aplaudidas de pé, como esta da pequena Isadora:

https://www.facebook.com/DiariodeClasseSC 

Abraços!

Nova página do Duo Güedalma no Facebook.

Caros amigos, nova página do Duo Güedalma (Marcio Guedes e Renato Almeida: violões) no Facebook:

https://www.facebook.com/DuoGuedalma


DUO GÜEDALMA

Formado em 2007 pelos violonistas Marcio Guedes e Renato Almeida; o duo busca formar um repertório que possa realçar as características sonoras das cordas dedilhadas “a maneira brasileira” seja na formação violão & violão ou violão & viola. Procurando enfatizar nessas interpretações quer sejam de obras originais, transcritas ou arranjadas aquilo que de mais sonoramente peculiar possa residir no universo desta formação.

Renato Almeida:

Mestre em Musicologia pela Universidade de São Paulo, com dissertação sobre a obra e o concerto para violão e orquestra de Heitor Villa-Lobos.
Bacharel em música pela Faculdade de Artes Alcântara Machado (FAAM/FMU), onde estudou violão com a professora Gisela Nogueira
Aperfeiçoou se em violão com o professor Edelton Gloeden (USP).
Estudou harmonia, contraponto e análise formal com o professor e compositor Osvaldo Lacerda .
Vem atuando nas mais diversas formações, desde o acompanhamento à cantores solistas, gravações instrumentais, grupos de câmara até o acompanhamento de grupos corais na realização de concertos, espetáculos e gravações de CDs .
Como compositor vem se dedicando igualmente aos gêneros canção e instrumental.

Marcio Guedes :
Mestre em Musicologia pela UNESP, com dissertação sobre a obra e o concerto para guitarra e orquestra de Radamés Gnattali. Licenciado em música pela Faculdade de Artes Alcântara Machado (FAAM/FMU),
Aperfeiçoou se em violão com o professor Henrique Pinto, participando intensamente como recitalista nos projetos deste importante professor.
Estudou análise e composição musical com o maestro
Abel Rocha.
Como violonista tem participado de várias atividades, como o acompanhamento de cantores de MPB, gravações em estúdio, grupos instrumentais como o “Brasil com S”, além de diversos espetáculos.
Atualmente é professor de violão e matérias teóricas no curso de Musicoterapia do Centro Universitário da UniFMU.



Sesc Bertioga



FMU 

sábado, 1 de setembro de 2012

Um pensamento...

Segundo a Unesco o Brasil está em 88º lugar (!!!) no ranking da educação mundial. Significa então que a maioria das pessoas do nosso país sofreram por receber educação precária, já que nossos governos sempre apostaram na ignorância da população. As músicas mais ouvidas por nossa população também sofrem de precariedade tanto musical quanto poética. Será mera coincidência? Óbvio que não! Estou cansa
do de ver críticos musicais atribuírem qualidade a "artistas" com base no tamanho do seu público ou na quantidade de CDs vendidos. Seria ótimo se todo artista tivesse público proporcional à sua qualidade, mas infelizmente essa relação quase sempre é inversa. Claro, quase sempre, pois sempre há exceções. Sempre!

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Um agradecimento...

Quando estamos diante de grandes personalidades de nossa área, por vezes constatamos um grau incomum de generosidade e aprendemos em um simples bate-papo. Obrigado professor Hilton Valente (Gogô) pelas animadas conversas durante os cafés de segunda-feira, entre as aulas de música da Unisantanna.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Música não tem data de validade...

Apresentação do Trio Trovatori dell'Anima

          É comum que o mercado de música e a música de mercado façam esforço para colocar as coisas no seu devido lugar. Logo, compositores e interpretes são distribuídos em prateleiras ideológicas e recebem rótulos que definem quem são seus consumidores. Evidentemente, e as vezes infelizmente, o público age de acordo com essas determinações, mas raramente reage. Qualquer música dita diferente, porque sua ocorrência é menor nos grandes meios de comunicação, encontra dificuldades não só para conseguir patrocínios e financiamentos, mas também para conquistar a apreciação de um público mais diversificado. Gêneros como jazz, música clássica e música instrumental brasileira ainda sofrem pela noção equivocada de que são produzidos para público especializado e bem informado sobre os meandros e história dessas composições, o que é corroborado por parte dos músicos que se dedicam a eles. Particularmente, não morro de amores por essa ideia. Quando o público especializado comparece em minhas apresentações, fico muito feliz, mas meu desejo sempre foi levar música para qualquer pessoa. Os puristas hão de me perdoar: sou um educador e nada tenho contra informação,  mas me recuso a aceitar que a verdadeira apreciação musical é aquela que se dá aliada à informação. Digo que esta é no máximo mais completa, mas uma obra de arte pode ser apreciada sem nenhum tipo de aviso prévio.
          Quando o caso é música clássica, o panorama se agrava um pouco mais. Não raro, quem pratica essa música esbarra em três problemas:
          1) Ela é vista como música de outra época.
          2) É considerada música elitista.
          3) Os concertos são tachados de chatos, pois é preciso ouvir em silêncio, sentado numa cadeira e só aplaudir no final.
          Vamos aos pontos:
          Música composta em outras épocas, mas tocada agora. Arte não tem data de validade e por isso o minucioso trabalho dos restauradores em artes visuais é tão importante. O significado de um quadro, um afresco ou uma escultura antigos continua vivo, o que envelhece são os materiais. Neste sentido a música leva vantagem, pois cada vez que uma obra de outra época é tocada ela vive em nosso tempo, recebe o tratamento, o frescor e a interpretação de pessoas de nossa época, se torna música do agora. Por outro lado, essa música da tradição clássica continua sendo composta, e muito bem, nos dias de hoje.
          Não concordo que elitista seja mesmo adjetivo da música clássica. É verdade que ingressos em salas de concerto e teatros não são sempre acessíveis (existem muitos programas oferecidos com preços pequenos) mas qualquer artista pop internacional vem fazer shows em nosso país com preços altíssimos e os  nacionais não ficam atrás.
          Sim, música clássica tem que ser ouvida em silêncio e sentado, faz parte do evento. Seria muito estranho ir a um show de rock e não se deparar com centenas de cabeludos sacudindo suas madeixas, ir ao samba e não dançar, ou ir ao show de jazz e não aplaudir os bons improvisos logo ao final deles.

              E o que dizer então de artistas brasileiros que se dedicam à música do renascimento e do início do barroco? A resposta é muito simples. Antes de ser desta ou daquela época, deste ou daquele país, é música e muito boa! Fui à apresentação do Trio Trovatore dell'Anima ontem, dia 16 de agosto de 2012, no aconchegante e intimista ambiente do Casarão do Belveder e fiquei bastante satisfeito e feliz com a música que escutei por lá. O grupo é formado por Cecília Massa (Soprano), Arthur Raymundo (Tenor) e Diogo Rodrigues (Cordas dedilhadas: alaúde e guitarra barroca). No repertório, obras do Renascimento inglês (John Downland e Thomas Robinson), do barroco espanhol e italiano (Gaspar Sanz, Santiago de Murcia e Claudio Monteverdi) e modinhas brasileiras (Cândido Ignácio da Silva e Arthur Napoleão).
          Ora atuando em solo de soprano e acompanhamento, tenor  e acompanhamento, duas vozes e acompanhamento e ora em solos de guitarra barroca, o grupo conduziu o público por uma sofisticada viagem no tempo, com um saboroso fundo histórico e o vigor de jovens músicos entusiasmados por sua arte. A escolha do repertório foi de notável bom gosto e a organização das músicas proporcionou aos ouvintes um leque variado de agradáveis momentos musicais. As vozes de Cecilia Massa e Arthur Raymundo são limpas, belas e expressivas e as sonoridades extraídas do alaúde e da guitarra barroca por Diogo Rodrigues são hipnóticas, solenes e precisas. O alto nível do resultado musical do grupo é fruto de muita dedicação individual e certamente de incontáveis horas de ensaio.
              É sempre muito bom apreciar pessoas fazendo música porque acreditam nela e os músicos do Trovatore dell'Anima são exemplos disso. A escolha da atuação artística desse grupo se deu por suas percepções e convicções e não por uma decisão corporativa. Quem esteve presente viu um grupo de  jovens músicos brasileiros, cujos rostos ainda nem apresentam marcas cunhadas pelo tempo, fazendo música antiga com amor e grande competência. Ou seja, nem o tempo consegue corroer o significado da boa música e ela está aí para ser ouvida por quem quiser!
               Em tempo, paguei R$15,00 no ingresso deste concerto. Música elitista? Concordo que os músicos que escutei nesta noite pertencem a uma elite musical, dado o alto nível de cada um deles. O valor do ingresso não tinha nada de elitista.








quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Apenas uma breve reflexão:

Verdade, não ganhei muito dinheiro com música (ainda). Me orgulho de dizer que sempre ganhei o suficiente, as vezes um pouco mais, outras um pouco menos.

No entanto, a música me deu uma infinidade de outras coisas que o dinheiro nunca vai comprar! Música não sofre de ingratidão: Enquanto dedicamos sinceramente infindáveis horas na lapidação de nossa expressão musical, ela, sem alardear, vai nos
retribuindo, moldando e refinando nosso ser, tornando nossa imperfeição menos insuportável.

Vale a pena doar-se a um ofício simplesmente por acreditar nele. O dinheiro vem das escolhas que fazemos no âmbito daquilo que acreditamos, não da deturpação da essência de nossa arte.

Me interesso por música criativa e sincera: música constrói. Dinheiro, quando objetivo uno e final, corrompe.

Marcio Guedes

domingo, 1 de julho de 2012

Caros leitores;

Pra quem não sabe, sou professor de música também na Unisantanna, onde dou aulas de harmonia, percepção e violão.
Estão abertas as inscrições para os cursos de licenciatura e bacharelado em música.
Interessados entrem em contato com nosso coordenador Peter Dietrich:
p.dietrich@santanna.br
O site da instituição é:
http://www.unisantanna.br/site/graduacao/gr_musica.aspx
Abraços!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Caros leitores:

Para quem quiser agendar visitas ao curso de Musicoterapia da FMU, entre em contato com nossa coordenadora, Maristela Smith, pelo e mail maristelasmith@fmu.br

Abraços!

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Caros leitores:
Pra quem não sabe, uma das minhas formas de atuação é como professor de música no curso de musicoterapia da FMU, cargo que ocupo há nove anos.
As inscrições para o vestibular de musicoterapia na FMU (São Paulo - SP) já estão abertas.
Quem puder, por favor, me ajude a divulgar.
Abraços!

http://www.youtube.com/watch?v=2iIrdCT_9t8
http://www.seletivo2012.com.br/FMU/ler.asp?ic=25#.


sexta-feira, 15 de junho de 2012

Caros leitores:

Segue o programa do meu próximo recital. Abraços!


,


Apoio Cultural:












Sábado Harmônico

É um Projeto que tem por finalidade divulgar os jovens instrumentistas e a música de câmara brasileira.





e-mail: sabadoharmonico@gmail.com

Projeto Sábado Harmônico



Dia 16 de Junho de 2012 às 16h00
















Prof. Marcio Guedes





Casa de Cultura de Santo Amaro

Praça Dr. Francisco Ferreira Lopes, 434 Tel. -5691-0164
Entrada Franca


Coordenação : Prof. Paulo Gilberto











A Casa de Cultura de Santo Amaro apresenta no projeto Sábado Harmônico:
Prof. Márcio Guedes
Mestre em música pelo Instituto de artes da Unesp, graduado em música pela Faculdade de Artes Alcântara Machado (FAAM). Estudou violão com Henrique Pinto, Sidney Molina e Arlene Vicente. Além de recitalista solo, toca também no Duo Güedalma e no Grupo Les Folies. Seu website é: www.marcioguedes.com.br



O programa contará com obras de:




Heitor Villa-Lobos
Suíte Popular Brasileira:
I - Mazurka - Choro
II - Scotsh - Choro
III - Valsa - Choro
IV - Gavota - Choro
V - Chorinho

Prelúdio nº3 (Heitor Villa-Lobos)
Se ela perguntar (Dilermando Reis)




Castelos da Espanha (Federico Moreno-
Torroba)
I- Romance de los piños
II - Turégano
III - Torija

Rumor de copla  (Federico Moreno-
Torroba)

Lamentos do morro (Garoto)


Caros leitores:
Mais uma informação sobre meu recital:
http://www.equilibriumescolademusica.com.br/blog/?p=474
Abraços!

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Caros leitores;


Pra quem estiver em São Paulo, no sábado dia 16/06/2012, realizarei outro recital de violão, dessa vez na casa de cultura de Santo Amaro. Maiores informações no link abaixo:
http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/subprefeituras/santo_amaro/noticias/?p=33566
Abraços!

domingo, 10 de junho de 2012

Caros leitores:
No semestre que vem terei maior disponibilidade para receber alunos de violão e harmonia em minha escola de música, a Equilibrium.
Visitem o site:
http://www.equilibriumescolademusica.com.br/
Abraços!

Caros leitores, seguem algumas fotos do recital que realizei ontem, dia 09/06/2012 no Centro Cultural Jabaquara, São Paulo - SP.